8 MÉTODOS MATEMÁTICOS PARA CHEGAR NO PRIMEIRO R$1 MILHÃO! | NA PRÁTICA

Abra a sua conta na Rico: https://lp.rico.com.vc/lp/cadastre-se-primo-rico

Lista de espera para a próxima turma do meu treinamento: http://bit.ly/pr-listaespera

8 MÉTODOS MATEMÁTICOS PARA CHEGAR NO PRIMEIRO R$1 MILHÃO! | NA PRÁTICA

00:00 Como chegar em R$1 milhão
00:40 Método 1 – Guardar mensalmente
01:33 Método 2 – Investindo uma única vez
02:43 Método 3 – Aportes Mensais
03:35 Método 4 – Cortando pequenos gastos
05:22 Método 5 – Sem cortar o cafezinho
07:03 Método 6 – Utilizando o método ARCA
08:40 Método 7 – Rebalanceando a ARCA
09:25 Método 8 – Rebalanceando a ARCA + Escolhendo bons ativos

1) Guardar mensalmente

Se você conseguir guardar R$1.000 por mês, você precisará de 84 anos para juntar 1 milhão de reais
Se você conseguir guardar R$ 1.500 por mês, você precisará de 56 anos para juntar 1 milhão de reais
Se você conseguir guardar R$ 2.000 por mês, você precisará de 42 anos para juntar 1 milhão de reais
Como o salário médio no Brasil é de R$1.848,12. Essa forma não vai funcionar para a maioria dos brasileiros

2) Investindo uma única vez

Você consegue sair de 1.000 reais e ir até o milhão em exatos 50 anos e SEM FAZER NENHUM APORTE.
Porém, você precisaria investir essa grana a uma taxa de 14,82% ao ano.
O problema é que é muito difícil alcançar uma rentabilidade tão alta assim, e de forma tão consistente.
Se você investir essa mesma grana a uma taxa de 6,00% a.a., você precisaria de 119 anos para atingir o primeiro milhão.

3) Aportes Mensais

Partindo de uma taxa de 6% a.a.: Começando com R$1.000 e investindo + R$100,00 todo mês. Você chegaria ao milhão em 67 anos
E se você aportasse 200 reais ao mês, com essa mesma taxa, você chegaria no milhão em 55 anos.
Pra chegar ao primeiro milhão com R$1.000 +R$100,00 mensais aos 50 anos, você precisaria de uma taxa 0,7% ao mês (~ 8,75% ao ano)
Se você aportasse 200 reais ao mês, com essa mesma taxa, você chegaria no milhão em 42,5 anos.
Ainda não é a estratégia ideal, mas já é melhor do que todas as anteriores

4) Cortando pequenos gastos

Agora, se além dos R$1.000,00 iniciais e dos aportes mensais de R$100,00, você cortasse um cafezinho por dia.
1 café custa R$3,40, em 30 dias, você economizaria R$102 reais
Cada mês cortando um cafezinho (e investindo aos mesmos 6% a.a.), você teria 1 milhão de reais em 54 anos.
De qualquer forma, será que cortar o cafezinho é a melhor estratégia?

5) Sem cortar o cafezinho

Como eu digo no meu livro: “Tem 2 jeitos de enriquecer: ganhando mais do que gastando, ou gastando menos do que ganha.”
1 – Ou cortando os gastos que REALMENTE farão diferença
2 – Ou ganhando mais

1 – Cortando os gastos essenciais

No meu livro, eu dei um exemplo de um celular de R$3.500,00
Se você trocar de aparelho todo ano, você pagaria uma parcela mensal de R$291,00
Se esse valor fosse investido naquele mesmo cenário (R$1.000,00 + R$100,00 mensais) + (os R$291,00 mensais)
Nesse caso você teria 1 milhão de reais em 44 anos (com os mesmos 6% a.a.).
(10 anos a menos do que cortando o cafezinho)

2- Ganhando mais
Renda extra de Uber: R$500,00
Se esse valor fosse investido naquele mesmo cenário (R$1.000,00 + R$100,00 mensais) + (os R$500,00 mensais)
Nesse caso você teria 1 milhão de reais em 38 anos (com os mesmos 6% a.a.).
(16 anos a menos do que cortando o cafezinho)

A ARCA
Como chegar do mil o milhão usando o método da Arca
Para ações brasileiras, utilizamos o Ibovespa; para Real Estate, utilizamos o IFIX (índice de fundos imobiliários); para o Caixa, utilizamos o CDI e para os ativos internacionais utilizamos o IVVB11.

6) Utilizando o método ARCA

Desde 2014 rendeu 130% (14,8915% a.a. ou 1,1635% a.m.)
1000 reais sem aportes: atingiria 1 milhão em 50 anos
1000 reais com aportes de 100 reais por mês: 1 milhão em 34 anos

7) Rebalanceando a ARCA

Isso aconteceu por conta da lógica “oculta” da arte do rebalanceamento: quando as ações brasileiras caem, por exemplo, o quanto elas vão representar da carteira como um todo vai estar abaixo dos 25% (se todos os outros quadrantes ficarem iguais). Com isso, ao rebalancear, você estará comprando as ações por um preço mais barato do que estava antes – e isso, no longo prazo, pode te render retornos satisfatórios.
Desde 2014 rendeu 170% (18,0032% a.a ou 1,3891% a.m.)
1000 reais sem aportes: atingiria 1 milhão em 42 anos
1000 reais com aportes de 100 reais por mês: 1 milhão em 29 anos

8) Rebalanceando a ARCA + Escolhendo bons ativos

Desde Fev/2018 no rumo ao bilhão
PS: para todos os casos, estamos levando em consideração a rentabilidade total e não a real (ou seja, estamos desconsiderando a inflação)

E aí primos e primas, esses foram os 8 métodos matemáticos para chegar no primeiro R$1 milhão, o que acharam? Sabem algum outro método diferente? Deixem nos comentários!

#OPRIMORICO

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.