ANO NOVO, MESMO RISCO FISCAL │ ABRINDO OS TRABALHOS

Os juros baixos e a chuva de dólares e euros continuam conspirando a favor das bolsas em 2021. Mas o risco fiscal – ou seja, a pressão sobre o endividamento do governo e pelo rompimento do teto de gastos – continua vivo. Portanto, o ano pode até ser novo, mas os problemas não se resolveram apenas trocando um dígito no calendário.

Para você entender o tamanho do problema pela frente, e o quanto ele pode impactar sua carteira de investimentos, o programa Abrindo os Trabalhos recebe Alvaro Bandeira, economista-chefe do banco Modalmais, e Marcos Mollica, gestor do Opportunity. O papo é mediado pelo repórter Gustavo Ferreira.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.