Irani (RANI3) deve estar no meu portfólio? | com Henrique Florentino

👉 Conheça a série Ações Exponenciais: https://emprc.us/bKWqcu

Muitas vezes ficamos procurando aquela ação que vai crescer muito na Bolsa, com assuntos do momento, mas é preciso lembrar que existem também negócios extremamente resilientes a preços atrativos. E esse é o caso da empresa Irani (RANI3).

Companhia do setor de papéis para embalagem, tem valor de mercado de 1,7 bilhões de reais e é divida em 3 grupos de produtos:
– Papel kraft;
– Papelão ondulado;
– Resinas.

Aqui é importante frisar que o setor de papéis para embalagem tem uma característica anti cíclica, ou seja, sofre menos com os topos e fundos da economia, gerando uma resiliência de resultados.

Falando um pouco da história da companhia, RANI3 por volta de 2013 adquiriu a São Tomé, que trouxe muita alavancagem para a empresa. Além disso, a dívida da companhia era atrelada ao dólar, prejudicando os seus resultados. De lá pra cá, a empresa Irani conseguiu manusear a situação e em 2020 realizou um “reIPO”, ou seja, ela já estava listada em Bolsa, mas em uma quantidade muito pequena e sem liquidez. No “reIPO” o controlador vendeu uma parte das ações, foi feito um aporte de capital por outros acionistas, entrou dinheiro na empresa e agora ela está pronta para um novo ciclo.

Segundo o analista Henrique Florentino, o que procuramos na Bolsa são casos de assimetria – comprar a empresa como ela é por um preço barato/justo e levar o que existe de possibilidade de crescimento “de graça”.

Essa perspectiva de crescimento hoje é embasada em alguns fatores:
– Os recursos captados no IPO vão para a Plataforma Gaia – a plataforma conta com diversos projetos que a companhia já possuí em seu portfólio e de acordo com alguns cálculos, adiciona 37% no valor das ações;
– Resiliência dos resultados: com o aprofundamento do e-commerce durante a pandemia, a demanda por papelão aumentou;
– Tendência ESG: a companhia é considerada carbono neutro, ou seja, ela retira mais carbono no que emite no ambiente – característica do próprio ativo: o papel ondulado usa fibras recicladas, portanto, a empresa já tem a questão ambiental no seu DNA;
– Falando ainda em ESG, a companhia foi uma das primeiras no Brasil a emitir “dívidas verdes” – que são recursos disponíveis em diversos fundos ao redor do mundo para aplicar em empresas que estejam de acordo com o ESG;
– No final de 2020 migrou para o novo mercado da B3.

Por fim, chegamos à análise do valuation de RANI3. Pagando o que ela é hoje, a ação custa cerca de R$6,20. A Plataforma Gaia adiciona aproximadamente R$2,50 por ação. Além disso, existem outros gatilhos que ficam guardados para o médio prazo: melhora na estrutura do capital da empresa e percepção de risco de mercado, maior liquidez.

👉 Para saber mais sobre Irani e mais 13 empresas com as mesmas características de assimetria, conheça a série Ações Exponenciais: https://emprc.us/bKWqcu

👉 Visite nosso site: https://www.empiricus.com.br/

SIGA AS NOSSAS REDES SOCIAIS:

Instagram: http://instagram.com/empiricus
Facebook: http://www.facebook.com/empiricus
Twitter: http://twitter.com/empiricus
Telegram: https://t.me/empiricustelegram

Não esqueça de 👉 se inscrever no nosso canal e ativar o 🔔 sininho de notificações para não perder nenhuma novidade.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.