SETEMBRO CHOVE? DÓLAR DE BACIADA │ SALDO DO DIA 01.09.21

O mercado acionário passou quase ao largo da estagnação econômica influenciada pela crise hídrica. Menos crescimento e mais inflação e juros se aproximam, mas o apetite estrangeiro por risco foi soberano. A criação de empregos nos EUA decepcionou, dando força às teses de que o Fed não começa neste mês sua retirada de de estímulos. O preço do dólar no Brasil, no entanto, subiu na contramão das quedas em outros países. A curva de juros futuros não fez por menos, em alta de ponta a ponta o dia todo

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.